Com certeza você já deve ter ouvido por ai que o café faz mal, porém, o consumo de café de alta qualidade pode trazer muitos benefícios para a saúde.
Por ser rico em antioxidantes, ele inibe inflamações e reduz o risco de doenças cardiovasculares e outras doenças inflamatórias.

A substância mais abundante no café é a cafeína. Essa substância é da família da metilxantina, e é importante por ter efeito estimulante sobre o sistema nervoso central, e está associada à melhora no estado de alerta, na capacidade de aprendizado e na resistência ao esforço físico.
Possui também uma ação antibacteriana, antiviral e anti-hipertensiva.  
Contém algumas vitaminas do complexo B, que estão associadas ao bom funcionamento do sistema nervoso.

Contém potássio, zinco, ferro, magnésio, diversos minerais em pequenas quantidades e a famosa cafeína. Ainda possui aminoácidos, proteínas, lipídeos, além de açúcares e polissacarídeos. Segundo o site da ABIC, o principal segredo é que o café possui uma enorme quantidade de polifenóis antioxidantes, chamados ácidos clorogênicos (que também ajuda na perda de peso).

O café ajuda no desempenho mental?

Após estudos, pesquisadores chegaram à conclusão de que o café pode potencializar a qualidade no trabalho, tanto em termos de produtividade quanto em termos de resultados. Uma simples xícara é capaz de mudar o expediente de um profissional, fazendo com que ele trabalhe mais e melhor. A bebida melhora a capacidade de realizar atividades complexas, que demandam tomada de decisão e planejamento. Também melhora a memória, a concentração e ainda aumenta a eficiência das atividades.

Ao acordar e tomar a tradicional xícara de café, você está tomando uma dose de energia diária. O café aumenta o ânimo e a disposição para cumprir as atribuições profissionais, evitando o surgimento de sonolência e distração, além de aumentar o estado de alerta, melhorar o humor e a motivação.

O café é uma bebida que aumenta vigilância visual e auditiva, melhora a velocidade de reação, otimiza a precisão em tarefas complexas, melhora a aprendizagem e auxilia no desempenho da memória de curto prazo. Como se não bastasse, a cafeína causa efeitos sensoriais responsáveis pelos mecanismos de prazer e motivação, tão fundamentais no ambiente de trabalho. O café é, sem dúvida nenhuma, um alimento funcional capaz de melhorar a qualidade de vida das pessoas em vários aspectos, incluindo o físico, mental, social e profissional.

Problemas com o Excesso de Café

O excesso de café pode levar a alguns problemas de saúde. A mucosa do estômago pode ser prejudicada por grandes quantidades da bebida. Devido à cafeína presente no café, pode ocorrer o aumento da frequência cardíaca.

Gestantes devem evitar o consumo de cafeína, pois a bebida aumenta as secreções gástricas e também faz com que o risco de refluxo seja maior. Além disso, há possibilidade da cafeína afetar o bebê. Crianças também deve evitar o consumo em excesso da bebida devido à irritação que ela pode causar no estômago. O excesso também pode causar nervosismo, dor de cabeça, batimento cardíaco rápido e insônia. O ideal é nunca tomar café à noite para não prejudicar o sono (o efeito da cafeína pode durar até 6 horas em pessoas mais sensíveis).

 

E você, gosta de tomar café? Se sente bem? 




Autor: Leonardo
Data: 09/11/2017 16:53:57
ClubeAzul.org.br | E-mail: atendimento@clubeazul.org.br | Contatos: (21) 3916-7277 Rio de Janeiro 4020-1610 (capitais e regiões metropolitanas)